A IMPLANTAÇÃO DO ENSINO REMOTO DIANTE DO CENÁRIO DE PANDEMIA CAUSADA PELA COVID19, SOB O OLHAR DE UMA INSPETORA ESCOLAR

  • Elisangela Gomes Martins Pinto Supervisora Educacional da Rede Municipal de Ensino de Araruama/RJ. Inspetora Escolar da Rede Municipal de Ensino de São Pedro da Aldeia/RJ. https://orcid.org/0000-0003-2960-3350
Palavras-chave: Pandemia, Ensino remoto, Tecnologias

Resumo

Este relato trata-se da implantação do ensino remoto utilizando a Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC), sob o olhar de uma inspetora escolar, no período de suspensão emergencial de aulas presenciais da Rede Pública Municipal de Ensino de São Pedro da Aldeia em virtude da pandemia da Covid-19. O relato fundamentou-se em legislações e nos teóricos Levy e Moran. A metodologia utilizada foi abordagem qualitativa. Baseando-se no processo de implantação do ensino remoto, observei a participação gradual dos alunos. A experiência me proporcionou uma reflexão sobre o quão importante foi o uso das tecnologias para a conexão e ensino.

Referências

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 23 dez. 1996.
BRASIL. Medida Provisória nº 934, de 01 de abril de 2020. Disponível em: Acesso em: 06 de abr. 2020.
BRASIL. MEC. Parecer CNE/CP nº 05/2020, de 28 abr. 2020. Disponível em: Acesso em: 02 mai. 2010.
LEVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.
MORAN, J. M. O vídeo na sala de aula. Comunicação e educação. São Paulo, v.1, n.2, p. 27-35, Jan./abr. 1995.
SÃO PEDRO DA ALDEIA/RJ. Decreto n. 024/20, de 14 de março de 2020.
SÃO PEDRO DA ALDEIA/RJ. Decreto n. 034/20, de 30 de março de 2020.
SÃO PEDRO DA ALDEIA/RJ. Secretaria Municipal de Educação. Portaria nº 001/2020, de 27 de maio de 2020.
Publicado
2020-09-25