INFORMÁTICA COMO INSTRUMENTO PARA INTERDISCIPLINARIDADE

Palavras-chave: Informática, Tecnologia, Ambiente virtual de aprendizagem, Interdisciplinaridade

Resumo

Este artigo traz com detalhes a elaboração da proposta de projeto interdisciplinar para curso de nível superior na modalidade híbrida. Tendo como principal pilar do projeto o uso da tecnologia no processo ensino-aprendizagem no ambiente virtual de aprendizagem. A problemática está em viabilizar a utilização da tecnologia como instrumento para interdisciplinaridade. Tendo como objetivo central a realização do planejamento de um projeto educacional, em especial para disciplina de Introdução à Informática, utilizando as novas tecnologias digitais de informação e comunicação como instrumento na prática de atividades interdisciplinares, visando o melhor desempenho na vida cotidiana e acadêmica de alunos e tutores. Para tal, a metodologia principal utilizada foi a de Projeto, que está envolvida com métodos de coordenar e controlar alguns tipos de atividades complexas e dinâmicas, diferenciando-se muito da administração tradicional de atividades de rotina. Por fim, concluiu-se, que a implementação das fases Iniciação e de Planejamento do Projeto Interdisciplinar para as disciplinas envolvidas transcorreram perfeitamente dentro do prazo estipulado de dois meses, atingindo todas as metas, graças ao engajamento dos colaboradores da equipe do Projeto Interdisciplinar para a disciplina de Introdução à Informática, que é ofertada no primeiro período para todos os cursos de nível superior do Consórcio do Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro.

Biografia do Autor

Marcos Antonio Gomes Xavier, Mediador Pedagógico Presencial/CEDERJ
Atuo, no Pólo Campo Grande / RJ, como Mediador Pedagógico Presencial da disciplina de Introdução à Informática, coordenada pela UNIRIO/UFF, ofertada para os cursos de nível superior do Consórcio CEDERJ / Fundação CECIERJ. Mestre em Novas Tecnologias Digitais na Educação - Centro Universitário Carioca (UniCarioca). Especialista em Tecnologias, Formação de Professores e Sociedade - Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI).

Referências

ALVES E SILVA, A. M. de P. Interdisciplinaridade e Integração Curricular por meio da Pedagogia dos Projetos - Um desafio para os docentes. 2017. Disponível em: https://repositorio.unifei.edu.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/729/dissertacao_alves_e_silva_2017.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: jul. 2020.

ANGÉLICA, M. Interdisciplinaridade: O que é, conceitos e como aplicar na educação. Ensino Guia de Educação. Disponível em: https://canaldoensino.com.br/blog/interdisciplinaridade-o-que-e-conceitos-e-como-aplicar-na-educacao. Acesso em: jul. 2020.

BERGUE, S. T. Cultura e mudança organizacional. 2ª edição reimp. - Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC, 2012.

BORGES, G. L. de A. Orientações gerais para o desenvolvimento do Projeto de Ensino. UNESP/Botucatu. UNIVESP. Disponível em: https://docente.ifrn.edu.br/liviasantos/disciplinas/projeto-integrador/material-com-orientacoes-para-desenvolvimento-de-projetos-de-ensino. Acesso em: jul. 2020.

BRASIL. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 24 dez. 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/tvescola/leis/lein9394.pdf. Acesso em: jul.2020.

COSTA, V. B. A interdisciplinaridade no ensino de Ciências Humanas e Sociais: dos limites às possibilidades. Itinerarius Reflectionis - Revista Eletrônica do Curso de Pedagogia do Campus Jataí, Universidade Federal de Goiás – UFG, v.11, n.1, 2015. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/rir/article/viewFile/37279/20351. Acesso em: jul. 2020.

FNDE - Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Resolução CD/FNDE Nº 26, de 5 de junho de 2009. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/acesso-a-informacao/institucional/legislacao/item/3320-resolu%C3%A7%C3%A3o-cd-fnde-n%C2%BA-26-de-5-de-junho-de-2009. Acesso em: jul. 2020.

GRANJA, S. I. B. Elaboração e avaliação de Projetos. 2ª edição reimp. - Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2012.

JORDÃO, E. A. Jogos de empresa como ferramenta de ensino em transportes: uma aplicação no transporte rodoviário de cargas no Brasil. Disponível em: https://docplayer.com.br/47176827-Jogos-de-empresa-como-ferramenta-de-ensino-em-transportes-uma-aplicacao-no-transporte-rodoviario-de-cargas-no-brasil-emmanuela-de-almeida-jordao.html. Acesso em: jul. 2020.

LIBREOFFICE. O que é o LibreOffice. The Document Foundation. Disponível em: https://pt-br.libreoffice.org/descubra/libreoffice/. Acesso em: jul. 2020.

MALMEGRIN, M. L. Gestão Operacional. 2ª edição reimp. - Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2012.

MEC - Ministério da Educação Secretaria de Educação a Distância. PORTARIA Nº 153, DE 12 DE JULHO DE 2018. Agosto de 2007. Disponível em: http://www.imprensanacional.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/31544661/do1-2018-07-16-portaria-n-153-de-12-de-julho-de-2018-31544633. Acesso em: jun. 2020.

MOUSINHO, S. H. A interdisciplinaridade ao alcance de todos. Disponível em: http://educacaopublica.cederj.edu.br/revista/artigos/a-interdisciplinaridade-ao-alcance-de-todos. Acesso em: jun. 2020.

PINHEIRO, N. A. M.; SILVEIRA, R. M. C. F.; BAZZO, W. A.. Ciência, Tecnologia e Sociedade: a relevância do enfoque CTS para o contexto do ensino médio. Ciência e Educação. 2007, v. 13, n. 1, p. 71-84.

POMBO, O. Interdisciplinaridade e integração dos saberes. 2006. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/314191967_Interdisciplinaridade_e_integracao_dos_saberes . Acesso em: jun. 2020.

PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE (PMI). Guide to the project management body of know ledge: PMBOK guides. 4. ed. s.l., 2008.

RIBAS, J. C. C.; MOREIRA, B. C. M.; CATAPAN, A. H. Construindo referenciais de qualidade para uma gestão eficaz no sistema Universidade Aberta do Brasil: O ambiente virtual de ensino-aprendizagem e a capacitação dos coordenadores de polo de apoio presencial. 2011. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2011/cd/35.pdf. Acesso em: jun. 2020.

SANTOS, C. M.; BRITO, A. M. F.; BARUQUE, C. B.; BARUQUE, L. B. Fundamentos de Gestão de Projetos de Tecnologia da Informação. v. 1 /– Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010.

TECNOLOGIAS TFPS. Experiências em processos de formação e procedimentos tecnológicos - Polo Resende. Disponível em: https://padlet.com/tfps2018/gca5bbnaug4v. Acesso em: jun. 2020.

UAB/CAPES – Sitio da Universidade Aberta do Brasil. Disponível em: http://www.capes.gov.br/uab. Acesso em: jun. 2020.

UMBELINO, M.; ZABINI, F. O. A importância da interdisciplinaridade na formação do docente. Seminário Internacional de Educação Superior. 2014. Disponível em: https://uniso.br/publicacoes/anais_eletronicos/2014/1_es_formacao_de_professores/44.pdf. Acesso em: jun. 2020.

VILLARDI, R.; OLIVEIRA, E. Tecnologia na educação: uma perspectiva sociointeracionista. Rio de Janeiro: Dunya, 2005.

XAVIER, M. A. G. A Gestão Pública em Polo de Apoio Presencial do Sistema da Universidade Aberta do Brasil: Estudo de caso no Polo de Apoio Presencial em Resende. Revista: EAD em Foco, v. 6, p. 242, 2016. Disponível em: http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/242/170 Acesso em: jun. 2020.

XAVIER, M. A. G.; CARVALHO, A. C. de; BRANDÃO, L. P.; FREITAS, V. G. G. A relação entre a formação dos professores e o ambiente virtual de aprendizagem. RECITE- Revista Carioca de Ciência, Tecnologia e Educação, v. 4, n. 2, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.17648/2596-058X-recite-v4n2-1. Acesso em: jun. 2020.
Publicado
2020-12-11