A "contação" de histórias como estratégia de marketing social em uma IES para letramento literário de moradores de baixa renda de comunidades cariocas

  • Rosa Valim (UniCarioca/PUC-RJ/EICOS/UFRJ)
  • Lucas Alves (UniCarioca)
Palavras-chave: Educação; Marketing Social; Leitura; Contação de histórias; Letramento

Resumo

O presente artigo tem por propósito relatar a estratégia de marketing social adotada pela UniCarioca, IES (Instituição de Ensino Superior) situada no Rio de Janeiro, para desenvolvimento e implementação do projeto Contadores de Histórias, ocorrido durante o ano de 2015. Este projeto, uma iniciativa do EPM/ UniCarioca (Escritório de pratica de Marketing/ UniCarioca) e do NASA/UniCarioca (Núcleo de Ação Socioambiental/UniCarioca) em parceria com o Programa Rio Mais Social, perpassou pela área da educação, pois procurou estimular o hábito de leitura em aproximadamente 2.550 pessoas de todas as idades, pertencentes a 14 comunidades do Rio de Janeiro. Ao propiciar o contato destas diferentes pessoas com a leitura, o projeto atuou com letramento literário (clássicos da literatura brasileira), em prol da ampliação de suas bagagens culturais e, com isso, buscou viabilizar o desenvolvimento de suas autoestimas e, por conseguinte, a ampliação de seus horizontes de vida. Impactos deste projeto foram sentidos rapidamente na postura dos participantes, mas certamente os maiores impactos só serão percebidos com o tempo. Afinal, o conhecimento adquiridos pelos participantes deste projeto ampliou o nível de desenvolvimento real e, por conseguinte, o nível de desenvolvimento potencial destes. Trabalhou-se aqui com modelo metodológico polissêmico, pois se conjugou, neste trabalho, modelo de Trabalho Social Comunitário, modelo de narrativa autobiográfica e modelo ecológico. Impactos deste projeto também foram percebidos nos estudantes da UniCarioca, bem como na Instituição.
Ao integrarem este projeto social – assumindo responsabilidades diversas ao longo do processo – os alunos reforçaram empiricamente aspectos explícitos do aprendizado acadêmico, desenvolveram aspectos diversos associados à sociabilidade e amadureceram como cidadãos. Já a Instituição acabou por reforçar seu compromisso com a inclusão social e com uma educação transformadora.

Publicado
2018-03-21