PROMOÇÃO DO INTERESSE PELA CIÊNCIA POR MEIO DO USO DA REALIDADE VIRTUAL NA DEMONSTRAÇÃO DE UM EXPERIMENTO CIENTÍFICO

Palavras-chave: ciência; física; eclipse de Sobral; divulgação científica; realidade virtual

Resumo

A ciência possui grande relevância para a evolução da sociedade. No Brasil, vários tópicos científicos permeiam a educação básica, tanto em nível fundamental quanto médio e um dos grandes desafios de aprendizagem são os conteúdos da disciplina de Física. Estudos apontam que apenas modelos tradicionais, que na maioria das vezes são teóricos em ambiente formal, não são suficientes para motivar os estudantes. Sendo assim, a metodologia proposta por esta pesquisa abarca uma sequência didática envolvendo etapas introdutórias, práticas e de avaliação, proporcionadas por meio da realidade virtual ao observar de maneira lúdica um grande marco científico, com o objetivo de promover o interesse pela ciência. A realidade virtual consiste na utilização de elementos que são capazes de proporcionar sensações de imersão, interação e navegação, melhorando o desempenho dos estudantes no foco e interesse por conteúdos considerados complexos. Os resultados indicam que a abordagem experimental, potencializou o interesse dos estudantes pela ciência e contribuiu para a aprendizagem de um tema científico, reforçando a importância da utilização de recursos digitais em ambientes formais e não formais de ensino.

Referências

BALASUBRAMANIAN, N.; WILSON, B, G.; Games and Simulations. In: Society for Information Technology and Teacher Education International Conference, 2006. Proceedings... v.1., 2006, Disponível em: http://www.coulthard.com/library/Files/balasubramanianwilson_2005-gamesandsimulations.pdf>, Acesso em 28 Abril 2022.
BARBOZA, C. H. M. Ciência e natureza nas expedições astronômicas para o Brasil (1850-1920), Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Cienc. Hum., Belém, v. 5, n. 2, p. 273-294, maio-ago. 2010.
BARROSO, F. M.; RUBINI, G.; SILVA, T. Dificuldades na aprendizagem de Física sob a ótica dos resultados do Enem. Rev. Bras. Ensino Fís., São Paulo , v. 40, n. 4, e4402, 2018 .
BENEDETTI F.; SILVA, E.; DELGADO, A, O.; FAVARETTO, D, V. Um jogo de tabuleiro utilizando tópicos contextualizados em Física. Rev. Bras. Ensino Fís., São Paulo , v. 42, e20190356, 2020.
BEZERRA, B, A. A realidade virtual como ferramenta didática para o ensino de Astronomia e Cosmologia na educação básica. 2018. XXF. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual da Paraíba, 2018.
BRASIL (2019) Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Ministério da Educação. (MEC, Brasília)
BRASIL (2012) Secretaria de Estado de Educação (SEEDUC) Currículo Mínimo de Física. Rio de Janeiro, 2012.
BRASIL (2018) Plano Nacional do Livro Didático – Física. MEC, Brasília.
BUENO, W, C. Jornalismo científico no Brasil: os desafios de uma trajetória. In Porto, CM., org.Difusão e cultura científica: alguns recortes [online]. Salvador: EDUFBA, 2009. pp. 113-125. ISBN 978-85-2320-912-4. Available from SciELO Books .
CALDAS, J. CRISPINO, L. C. B. Divulgação científica na Amazônia: O Laboratório de demonstrações da UFPA. Revista Brasileira de Ensino de Física, vol. 39, nº 2, e2309, 2017.
CARVALHO, L. J. de.; GUIMARÃES, C.R.P. Tecnologia: Um recurso facilitador do ensino de ciências e biologia. Encontro Internacional de Formação de Professores e Fórum Permanente de Inovação Educacional, n.9, 2016. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/enfope/article/view/2301. Acesso em: 02 de outubro de 2021
CELES, W; GATTAS, M; RAPOSO, A, B; SZENBERG, F. Visão Estereoscópica, Realidade Virtual, Realidade Aumentada e Colaboração”, Pontifícia Universidade Católica do Rio, Rio de Janeiro, 2004.
CNOP, A. C. ; SILVA, M. H. ; LEGEY, A. P. ; MOL, A.C.A. . Visiting Restricted Areas Of A Nuclear Facility Via A Virtual Reality Simulator. International Journal Of Development Research, V. 9, P. 25298-25304, 2019.

FIOLHAIS, C.; TRINDADE, J. Física no computador: o computador como uma ferramenta no ensino e na aprendizagem das ciências físicas. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 25, . 3, p. 260, 2003.
GUIMARÃES, S; LEGEY, AP; MOL, ACA. Realidade virtual na educação médica: ambiente cirúrgico virtual como base para estratégias de enfrentamento de situações estressora. Revista Carioca de Ciência, Tecnologia e Educação (online), v. 1 n. 1, p. 1-10, 2016.
JUNIOR, E, C.; FERNANDES, B, S.; LIMA, G, S.; SIQUEIRA, A, J.; PAIVA, J, N, M.; SANTOS, TAVARES, M. G, J. P.; TAYNARA, V. S.;X. GOMES, T. M. F. Divulgação e ensino de Astronomia e Física por meio de abordagens informais. Revista Brasileira de Ensino de Física, vol. 40, nº 4, e5401, 2018.
KOBZA, P. An Interactive and Intercultural Learning Unit Based on the Novel Noughts & Crosses by Malorie Blackman - 21st Century Educational Skills and Social Reading in the Digital School Era: Philosophy and Philology Department of English Literature and Linguistics English Didactics, 2017.
LEGEY, A. P. SANTO, A. C. E. MOL, A.C.A. MARTINS, B. Recursos digitais como motivação para aprendizagem: vivência da exposição interativa Brincando com o Sol. Revista Carioca de Ciência, Tecnologia e Educação, v. 2, p. 11-41, 2017.
LIMA, R, P, O.; MOITA, F. M. G. S.; A tecnologia e o ensino de química: jogos digitais como interface metodológica. In: SOUSA, R. P., MOITA, F. M. C. S. C., CARVALHO, A. B. G., orgs. Tecnologias digitais na educação[online]. Campina Grande: EDUEPB, 2011. 276 p. ISBN 978-85-7879-065-3. AvailablefromSciELO Books
LOPES, A. R. C. Pluralismo cultural em políticas de currículo nacional. In: MOREIRA, A. F. B. (Org.). Currículo: políticas e práticas. Campinas: Papirus, 1999. p. 59-80.
MARCHESI, A. & MARTIN, E. Tecnología y Aprendizaje. Madrid: Editorial SM. 2003.
MARINS, V. HAGUENAUER, C. CUNHA, G. Realidade Virtual em Educação Criando Objetos de Aprendizagem com VRML - Revista Digital da CVA - Ricesu, ISSN 1519-8529 Volume 4, Número 15, 2007.
MOREIRA, M. A. Teorias de Aprendizagem. 2011.

PASSOS, C; SILVA, M.H.; MÓL, ACA; CARVALHO, PVR; LIMA, F; ROCHA, T. Uso de simulador virtual para treinamento de agentes em ações de proteção radiológica em grandes eventos. Revista Carioca de Ciência, Tecnologia e Educação (online). Rio de Janeiro: v. 1, n. 1, p. 1-10, 2016.
PCN. (2022) Ensino Médio: Orientações Educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Disponível em http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/CienciasNatureza.pdf
PIAGET, J. The moral judgment of the child. Londres: Kegan Paul (1932).
SANTOS, J. C; DICKMAN, A. G. Experimentos reais e virtuais: proposta para o ensino de eletricidade no nível médio. Rev. Bras. Ensino Fís., São Paulo , v. 41, n. 1, e20180161, 2019.
SANTOS, M. C. C.; SANGALLI, V. A. AND PINHO, M. S. Evaluating the use of virtual reality on professional robotics education. In Computer Software and Applications Conference (COMPSAC), 2017 IEEE 41st Annual, volume 1, pages 448–455. IEEE, 2017.
THOMSON, J. Joint eclipse meeting of the Royal Society and the Royal Astronomical Society, 6 November 1919. The Observatory, London, v. 42, n. 545, p. 389-398, 1919.
RICOY, C. BLANCO, E. PINO, M. Utilización y funcionalidad de los recursos tecnológicos y de las nuevas tecnologías en la educación superior. Revista Educação & Sociedade, vol. 30, núm. 109, septiembre-diciembre, 2009, pp. 1209-1225
VEIGA, C. H, SANTOS, K. T. DIAS, M. L., JUNIOR, R. N. S. Placas fotográficas do eclipse de sobral. Revista Ciência Hoje – novembro de 2015 Ciência Hoje – novembro de 2015

VIDOTTO, K.; LOPES, L.; FRIGO, L.; POZZEBON, ELIANE, P. Desenvolvendo Jogos Digitais com Realidade Aumentada: contribuições ao ensino de programação. SBC – Proceedings of SBGames, 2018 — ISSN: 2179-2259. Disponível em: https://www.sbgames.org/sbgames2018/files/papers/EducacaoShort/188369.pdf. Acesso em: 28 Abril 2022.
Publicado
2022-07-04