Realidade virtual na educação médica: ambiente cirúrgico virtual como base para estratégias de enfretamento de situações estressoras

  • Sérgio M. Guimarães (Santa Casa de Misericódia)
  • Ana Paula Legey (UniCarioca/NUCAP/IEN/CNEN)
  • Antônio Carlos A. Mól (UniCarioca/NUCAP/IEN/CNEN)
Palavras-chave: Educação Médica; Realidade Virtual; Enfrentamento; Residência Médica, Preceptoria

Resumo

Após a conclusão do período acadêmico, os médicos iniciam a sua prática da atividade médica. No caso da Residência Médica aparecem alguns elementos que compõem a fusão entre a teoria e a prática, cabendo ao médico -preceptor o papel de facilitador dessa fusão. Particularmente na prática cirúrgica, cabe ao preceptor intervir para que a adaptação do residente a este ambiente, onde notadamente ocorrem situações estressoras, aconteça da melhor forma possível. Neste contexto, este trabalho, primeiramente, identificou cinco dessas situações, para depois criar uma ferramenta computacional, baseada em técnicas de Realidade Virtual, para simulá-las virtualmente. Os resultados demonstraram que a ferramenta criada foi capaz de simular o ambiente cirúrgico com grau de qualidade e realismo suficiente para reproduzir as situações estressoras propostas. Finalmente, espera-se que a ferramenta de Realidade Virtual desenvolvida se mostre relevante para ser utilizada como base para estratégias de enfrentamento a situações que sejam estressoras a jovens médicos em ambientes cirúrgicos.

Publicado
2018-03-27