Construção integrada de material educativo favorece um olhar ampliado sobre o paciente obeso na formação de futuros médicos

  • Emílio C. Siqueira (UERJ/USS)
  • Christiane L. Corrêa (UERJ)
Palavras-chave: Formação acadêmica, Medicina, obesidade, Sistema Único de Saúde

Resumo

A universidade tem importância em promover a aproximação entre educação e saúde para a atividade mé-
dica, visando o desenvolvimento de competências e habilidades indispensáveis para a prática profissional.
Neste estudo, objetivamos avaliar a construção integrada de material educativo sobre a saúde do obeso com
graduandos de medicina, visando contribuir com a futura prática médica. Em nossos resultados, podemos
verificar dois pontos principais: a formação do graduando de medicina ainda necessita passar por uma profunda
adequação para que possa estar mais inserida nas propostas do atual Sistema Único de Saúde, em que
o paciente precisa ser visto em sua totalidade, e o aluno de Medicina necessita de novas formas de aprendizado,
de forma mais integral e menos fragmentada em especialidades isoladas. Para os alunos de graduação
em Medicina, a construção integrada de material educativo contribuiu para a melhora no entendimento de
conceitos relacionados à obesidade.

Publicado
2018-03-21