Campanha de esclarecimento: riscos de contaminação pessoal, em pequenas minerações, por minérios radioativos - Urânio e Tório

  • Valéria F. S. Pastura (CNEN)
  • Thomas F. C. Campos (LARANA/UFRN)
Palavras-chave: Mineração, Urânio, Segurança radiológica, Campanha de esclarecimento

Resumo

A atividade de pequena mineração no Brasil é sazonal e fragmentada, é um trabalho intensivo que não apresenta
mecanização, possui baixo padrão de segurança e saúde e normalmente a mão de obra não possui
formação adequada. Em determinadas regiões brasileiras, ocorre a extração de minerais com minérios radioativos
associados. Desta forma, para o pequeno minerador, além dos riscos inerentes da atividade, podem
ocorrer riscos adicionais à sua saúde, pois no minério extraído podem estar presentes elementos radioativos.
Na crosta terrestre, os radionuclídeos, urânio e tório, constituem a maior fonte natural de material radioativo
e são encontrados associados a cerca de 100 espécies minerais como constituinte principal, além de outros
minerais em pequenas proporções. Entre os comerciáveis podemos citar: tantalita/columbita, granitos
com cassiterita, carvão mineral, fosfatos, zirconita e terras raras.
Neste contexto apresentado, o presente trabalho tem por objetivo apresentar a Campanha de Esclarecimento
desenvolvida nas pequenas minerações, orientando quanto aos cuidados que devem ser tomados na
exploração, estocagem e transporte de minérios, alertando sobre o possível risco de contaminação pessoal e
ensinando os meios básicos de proteção para evitar prejuízos à saúde.

Publicado
2018-03-21