Artigo de revisão: os fundamentos da aprendizagem baseada em design: uma estratégia multidimensional apropriada à abordagem de problemas do mundo contemporâneo

  • Bianca Martins (UniCarioca/PUC-Rio)
Palavras-chave: Design, Pedagogia, Aprendizagem Baseada em Design, Design na escola

Resumo

Neste artigo, discutem-se os paradigmas emergentes do contexto educacional brasileiro, enfatizando sua natureza construtivista, interacionista, sociocultural e transcendente. Um cenário propício à postulação de práticas de aprendizagem integradoras de conhecimentos multidimensionais, flexíveis, emancipadoras, colaborativas, atentas às necessidades do contexto próximo à escola. Procuramos localizar neste contexto a importância da elaboração da subjetividade, levando em conta que a interseção entre a construção do real e a construção do sujeito é favorecida pelo processo de desenvolvimento de um objeto projetado. Procuramos evidenciar que o ato de projetar deve receber atenção especial no ensino fundamental. Estudamos, também, o processo de tomada de consciência como justificativa para a relevância da Aprendizagem Baseada em Design durante o Ensino Fundamental, pois, a partir deste conceito, fica claro que não é somente um objeto que conduz a criança à fase de compreensão. É necessário imaginar cenários ou problemas que favoreçam a criança a transformar os esquemas de ação prévios em apreensões de noções e operações. Investigamos, ainda, as aprendizagens ativas, tais como Aprendizagem Baseada em Problemas e Aprendizagem Baseada em Projetos, como propostas pedagógicas em sintonia com a formação de indivíduos com uma visão global
da realidade, vinculando a aprendizagem a situações e problemas reais e preparando-os para a aprendizagem ao longo da vida. Após, fazemos uma análise das características da Aprendizagem Baseada em Design evidenciando-a como estratégia educativa que favorece a abordagem multidimensional apropriada à resolução problemas do mundo contemporâneo, o trabalho em equipe, a proposta de solução desenvolvida em cooperação com o usuário, a utilização de ferramentas de gestão e plano de ação, ambas importantes para a vida adulta, a interdisciplinaridade, aguçando o senso estético e, por fim, a imaginação de soluções esboçando ideias para ações futuras.

Publicado
2018-03-21