ALFABETIZAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS, UMA ANÁLISE CRÍTICA SOBRE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA APLICADA A SÉRIES INICIAIS

  • Danielle de Almeida Moreira Candelária Martins Professora de Ciências e Biologia no CSA Leblon. Professora de Empreendedorismo e Projeto de Vida no ND Recreio. https://orcid.org/0000-0002-1174-0974
  • Rodrigo José Penha Martins Coordenador e Professor do Curso de Tecnologia do Senac Rio https://orcid.org/0000-0001-5903-0624
  • Ana Lúcia Mendes Vital Professora de Filosofia da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro. https://orcid.org/0000-0001-7665-2898
  • Ana Paula Legey de Siqueira Pesquisadora Colaboradora na área de Divulgação Científica no Instituto de Engenharia Nuclear. Professora no Centro Universitário Carioca. Pós Doutora em Divulgação Científica (IEN/CNEN). https://orcid.org/0000-0002-9056-9844
  • André Cotelli Espírito Santo Colaborador de Projetos no Instituto de Engenharia Nuclear. Professor no Centro Universitário Carioca. Mestre em Ciência e Tecnologia Nucleares pelo IEN. https://orcid.org/0000-0002-6593-5259
  • Antonio Carlos de Abreu Mól Pró-Reitor de Ensino na Comissão Nacional de Energia Nuclear. Pesquisador INCT. Professor no Centro Universitário Carioca. Doutor em Engenharia Nuclear pela COPPE/UFR. https://orcid.org/0000-0002-1744-1692
  • Victor Gonçalves Gloria Freitas CEO na AresVR. Professor no Centro Universitário Carioca. Doutor em Engenharia Nuclear pela COPPE/UFRJ. Mestre em Engenharia de Reatores pelo Instituto de Engenharia Nuclear. http://orcid.org/0000-0002-0154-606X
Palavras-chave: Alfabetização, TDICs, Sequência didática

Resumo

O presente artigo apresenta um levantamento bibliográfico acerca do uso de Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs), na alfabetização, bem como uma análise crítica da aplicação de uma sequência didática seguindo as orientações e informações coletadas na literatura pesquisada. Os pesquisadores atuam como docentes em áreas direta e indiretamente ligadas ao curso de alfabetização, porém, todos são pesquisadores em novas tecnologias na educação, o que faz com que o objeto de pesquisa deste trabalho tenha sido bastante articulado com a prática de uma pedagogia de maior sintonia com o século XXI, buscando promover um aprendizado mais motivado, empático e colaborativo, em uma turma de alfabetização fora da faixa de idade padrão.

Publicado
2020-01-29