RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE A PRODUÇÃO DE VÍDEOS PARA CONJUGAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA NO ENSINO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

  • Diego de Souza Muguet Professor de Programação e Banco de Dados na Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC) / Engenheiro de Aplicativos em Órama Investimentos https://orcid.org/0000-0002-9339-690X
  • Sebastião Coelho de Melo Professor de Informática na Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC) / Tecnólogo em Processamento de Dados https://orcid.org/0000-0001-5826-9529
  • Luciane Medeiros de Souza Conrado Pesquisadora e Professora no Centro Universitário Unicarioca / Cientista Social (UFRJ) / Mestre em Ciência da Arte (UFF) / Doutora em Letras (Linguística – Estudos das Linguagens – UFF) https://orcid.org/0000-0002-1487-5401
  • Ana Paula Legey de Siqueira Professora no Centro Universitário Unicarioca / Pesquisadora Colaboradora na área de Divulgação Científica no Instituto de Engenharia Nuclear / Doutora em Divulgação Científica (IEN/CNEN) https://orcid.org/0000-0002-9056-9844
  • Leonardo Trotta Professor no Centro Universitário Unicarioca / Secretaria Educação (SEEDUC) https://orcid.org/0000-0001-7411-9352
Palavras-chave: Produção de Vídeos, Google Sala de Aula, Curso técnico em informática

Resumo

O presente artigo é um relato de experiência científica sobre a produção de vídeos na disciplina cujo nome é Banco de Dados no curso técnico de informática na unidade da FAETEC - Maria Mercedes Mendes Teixeira. O objetivo do trabalho foi analisar os resultados obtidos nas avaliações práticas do segundo bimestre dos estudantes que assistiram a todas as videoaulas disponibilizadas em plataforma on-line (Google Sala de Aula). Participaram do trabalho 14 estudantes do segundo módulo (de um total de três) do curso técnico em informática, todos maiores e de ambos os sexos. Baseado no baixo desempenho da turma na avaliação do primeiro bimestre, que sempre é prática, percebeu-se a dificuldade na aplicação de soluções envolvendo álgebra relacional aplicada ao banco de dados MySQL em situações ou problemas do mundo real inerentes ao armazenamento, controle e manutenção de dados. Com base em estudos que indicam o vídeo como uma mídia de forte engajamento na sociedade, todo conteúdo do segundo bimestre foi produzido nesse formato e disponibilizado para utilização dos estudantes durante todo ciclo bimestral. A experiência permitiu a reflexão de que os vídeos podem ter papel de protagonismo no desempenho do estudante em relação às atividades práticas propostas no Curso Técnico em Informática, em que a demanda pelo exercício da função requer intenso treino, crítica e vivência de situações próximas à realidade do setor produtivo.

Referências

ASSIS, R. L. M. de; ROSADO, I. V. M. A unidade teoria-prática e o papel da supervisão de estágio nessa construção. Rev. katálysis, Florianópolis, v. 15, n. 2, p. 203-211, Dec. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-49802012000200006&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 10 fev. 2020.

CARVALHO, C. de S. Importância da inserção de filmes e vídeos na prática docente no ensino fundamental. 2017. Disponível em: http://www.ufjf.br/pedagogia/files/2017/12/Import%C3%A2ncia-da-Inser%C3%A7%C3%A3o-de-filmes-e-v%C3%ADdeos-na-pr%C3%A1tica-docente-no-Ensino-Findamental-I.pdf. Acesso em: 10 fev. 2020.

DALLACOSTA, A. et al. O vídeo digital e a educação. Workshop em Informática na Educação. UFAM, 2004.

FIRJAN; SENAI; FINEP. Indústria 4.0 no Brasil: oportunidades, perspectivas e desafios. Brasil, 2019.Disponível em: https://www.firjan.com.br/publicacoes/publicacoes-de-inovacao/industria-4-0-no-brasil-oportunidades-perspectivas-e-desafios.htm. Acesso em: 8 fev. 2020.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua: Medidas de Subutilização da Força de Trabalho no Brasil. Divulgação Especial. Brasil, 2019.

LUNETAS. Videoaula e ‘edutubers’: como o youtube mudou o jeito de estudar? Disponível em: https://lunetas.com.br/videoaula-educacao-youtube. Acesso em 8 fev. 2020.

MATOS, J. de S. A Indústria 4.0 na economia brasileira: seus benefícios, impactos e desafios, 2018. 42 f. Monografia (Graduação). Universidade Federal de Uberlândia. Disponível em: https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/23894/1/
Ind%C3%BAstriaEcnomiaBrasileira.pdf. Acesso em: 20 fev. 2020.

SANTOS, C. M. dos. Na prática a teoria é outra? Mitos e dilemas na relação entre teoria, prática, instrumentos e técnicas no Serviço Social. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2010.

SANTOS, V. G. dos; ALMEIDA, S. E. de; ZANOTELLO, M. A sala de aula como um ambiente equipado tecnologicamente: reflexões sobre formação docente, ensino e aprendizagem nas séries iniciais da educação básica. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Brasília, v. 99, n. 252, p. 331-349, Mai./Ago. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-66812018000200331&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 21 fev. 2020.

SERAFIM, M. L.; SOUSA, R. P. de. Multimídia na educação: o vídeo digital integrado ao contexto escolar. [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2011. Disponível em: http://books.scielo.org/id/6pdyn/pdf/sousa-9788578791247-02.pdf. Acesso em: 20 fev. 2020.

VIEIRA, K. V. M., SOUSA, R. P. Objeto de aprendizagem empregado como recurso multimídia na microbiologia. In: SOUSA, R. P., et al., orgs. Teorias e práticas em tecnologias educacionais [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2016. Disponível em: http://books.scielo.org/id/fp86k/pdf/sousa-9788578793265-06.pdf. Acesso em: 05 fev. 2020.
Publicado
2020-07-01