ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL

ESTUDO DE CASO SOBRE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO

  • Marcos Antonio Gomes Xavier Mediador Pedagógico Presencial na Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro. Especialista em Gestão em Administração Pública Municipal. https://orcid.org/0000-0001-5898-416X
Palavras-chave: Tempo integral, Gestão, Projeto, Educação básica, Ambiente Virtual de Aprendizagem

Resumo

Este artigo trata da educação básica em tempo integral, em Instituições Públicas, com foco na análise das questões relativas ao nível de conhecimento e de competências do responsável pela coordenação das etapas de uma proposta de Modelo de Projeto dentro da Escola. Através do desenvolvimento da pesquisa exploratória, durante o curso de extensão, intitulado: “A escola e a Cidade”, ministrado pela Universidade Federal Fluminense, em que foi possível observar que, a gestão nas etapas do projeto é elemento chave no sistema da Escola de educação básica, portanto é requerido profissionais qualificados e a interação das partes envolvidas dentro desse sistema. Diante deste contexto, enfatiza-se a importância do papel do Coordenador. A pesquisa reafirma que a organização da divisão de funções entre os profissionais que integram a equipe e a aplicação da gestão democrática e participativa, envolvendo os Conselhos Escolares, o Conselho Municipal de Educação e os Comitês Locais, têm fundamental importância para o sucesso na implementação de cada etapa do Projeto dentro da Escola de educação básica. Por fim, são apresentados, como exemplos de proposta de intervenção pedagógica, dois projetos elaborados por alunos da “Turma 5” do curso de extensão.

Biografia do Autor

Marcos Antonio Gomes Xavier, Mediador Pedagógico Presencial na Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro. Especialista em Gestão em Administração Pública Municipal.
Na Ita House atuo como Gestor administrativo, financeiro e comercial da empresa. Lider de equipes de projetos em varios ramos de atividades comerciais e industriais. No CEDERJ atuo como Mediador Pedagógico Presencial na disciplina de Introdução à Informática, coordenada pela UFF e UNIRIO, para os cursos de nível superior, ofertados pelo Consórcio CEDERJ, Fundação CECIERJ, UAB, no Pólo Campo Grande / RJ. No Centro Universitário Unicarioca estou aluno do Mestrado Profissional em Novas Tecnologias Digitais na Educação da UniCarioca (MPNTDE) que tem o obejetivo de promover a formação avançada de educadores, empreendedores e demais profissionais interessados no curso Stricto Sensu Profissional, de forma a prepará-los a criar ambientes interativos, com uso de tecnologias digitais, adaptados às novas demandas da sociedade.

Referências

BAIRRO-ESCOLA. Cidade Escola Aprendiz. Bairro-escola: Passo a Passo. Disponível em: http://www.cidadeescolaaprendiz.org.br/bairro-escola/ . Acesso em: 01 fev. 2020.

BERGUE, S. T. Comportamento organizacional. 2.ed. reimp. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC, 2012.

BERGUE, S. T. Cultura e mudança organizacional. 2.ed. reimp. - Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC, 2012.

BRASIL. Decreto n. 7.083, de 27 de Janeiro de 2010. Programa Mais Educação. In FNDE, n.7083, 27 jan., 2010. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/index.php/legislacoes/decretos/item/3176-decreto-n%C2%BA-7083-de-27-de-janeiro-de-2010. Acesso em: 01 fev.2020.

BRASIL. Lei Nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PPNE. JusBrasil. Disponível em: http://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/125099097/lei-13005-14. Acesso em: 01 fev.2020.

CASTELLS, D. R. Projeto de Intervenção Pedagógica. Cadernos de Gestão e Empreendedorismo (CGE), v.3, n.2, (2015). Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal Fluminense – UFF. Disponível em: http://periodicos.uff.br/cge/article/view/12675. Acesso em: 01 fev.2020.

DAGNINO, R. P. Planejamento estratégico governamental. 2.ed. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2010.

GRANJA, S. I. B. Elaboração e avaliação de projetos. 2.ed. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2010.

INEP. Sinopses Estatísticas da Educação Básica. 2013. Disponível em: http://inep.gov.br/sinopses-estatisticas-da-educacao-basica. Acesso em: 01 fev. 2020.

INEP. Sinopses Estatísticas da Educação Básica. 2019. Disponível em: http://inep.gov.br/sinopses-estatisticas-da-educacao-basica. Acesso em: 01 fev. 2020.

LÚCK, E. H. Políticas públicas em educação. Rio de Janeiro, SESI, UFF, 2010.

MALMEGRIN, M. L. Redes públicas de cooperação local. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2012.

MALMEGRIN, M. L. Gestão operacional. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2012.

PINHEIRO, O. M. Plano diretor e gestão urbana. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC, 2010.

PPGE - Programa de Pós-graduação em Gestão e Empreendedorismo. Universidade Federal Fluminense. A escola e a cidade. Apresentação. 2014.

SALLES, H. M. Gestão democrática e participativa. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC, 2010.

SILVA, M. da C. OLIMPIOSTRAS – Olimpíadas de Conhecimentos Riostrense. Cadernos de Gestão e Empreendedorismo (CGE), v.3, n.2, (2015). Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal Fluminense – UFF. Disponível em: http://periodicos.uff.br/cge/article/view/12676. Acesso em: 01 Fev. 2020

ZANELLA, L. C. H. Metodologia de estudo de pesquisa em administração. 2.ed. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC, 2012.
Publicado
2020-07-01