SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS COMO SUPORTE PEDAGÓGICO NA PANDEMIA

“RECICLAGEM NA QUARENTENA”

Palavras-chave: Sequência Didática, Aprendizagem, Tecnologias Digitais, Educação

Resumo

O presente trabalho tem origem nas experiências da disciplina Reforço Escolar do Mestrado Profissional de um Centro Universitário do Rio de Janeiro. O objetivo deste relato de experiência é elaboração e aplicação de uma Sequência Didática (SD) que contribuiu com ações no momento de Pandemia. A metodologia consistiu no desenvolvimento da SD com uso de recursos tecnológicos e sua aplicação no ensino remoto, com o apontamento de resultados que promovem a participação dos alunos no desenvolvimento de atividades de leitura e de escrita. Podemos concluir a partir deste relato que atividades articuladas, estruturadas e significativas, com apoio de tecnologias digitais em uma plataforma educativa podem favorecer o envolvimento dos alunos, principalmente em um momento de isolamento social.

Referências

CARVALHO, A. M. P. D. C.; PEREZ, D. G. O saber e o saber fazer dos professores. In: PIONEIRA (Ed.). Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo, SP: Amélia Domingues de Castro, Anna Maria Pessoa de Carvalho, 2001. p.107-124.
CORALINA, C. Vintém de cobre: meias confissões de Aninha. 6ª ed., São Paulo: Global Editora, 1997, p. 139.
GONSALVES, Elisa Pereira. Iniciação à pesquisa científica. 2.ed. Campinas, SP. Editora Alínea, 2001.
NOVOA, A. Prefácio. In: Josdo, M.C. Experiências de Vida e Formação. São Paulo: Cortez Editora. 2004. p.11-34
SANTOS, E.; Caputo, S G. Diário de Pesquisa na cibercultura: narrativas multirreferenciais com os cotidianos. Rio de Janeiro: Omode, 2018
ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998. 224 p.
Publicado
2020-09-30